É dia de jogo, no Olímpico ainda

Em (Pré-Jogo) por Valdo em 21/03/2012

Acabei de ler um belo post que trata do último ano do Olímpico Monumental no blog to torcedor e não consegui pensar em outro título para o post que não fosse esse. O jogo pode ser contra um adversário que na teoria é mais fraco do que o Grêmio, mas é mais um jogo no Olímpico Monumental, e um dos últimos da Copa do Brasil nesse estádio - motivo mais do que suficiente para tirar o torcedor da sua poltrona (ou da mesa do buteco) e levá-lo ao velho casarão para torcer e apoiar o time.

Se mesmo assim, você acha que esse jogo não vale o esforço de pegar o trânsito e achar um lugar para estacionar, ou de pegar o ônibus lotado, pense então que o Grêmio vem de ótimos resultados e que o Luxemburgo vem dando corpo ao time - e se isso lhe parece pouco pelos adversários que enfrentamos, lembre-se que antes nem isso conseguíamos contra times até mesmo inferiores.

Ainda não se convenceu?

Lembre-se então que o nosso treinador ouviu os apelos da torcida e colocará o Bertoglio a jogar desde o início do jogo. A provável escalação do Grêmio será: Victor; Gabriel, Werley, Gilberto Silva e Pará (Júlio César); Fernando, Souza e Marco Antônio; Bertoglio, Marcelo Moreno e Kleber. A provável escalação do River Plate - SE será: Pablo, Fabiano, Fernando Belém, Thiago Papel e Glauber; Mizael, Charles, Wallace e Almir Sergipe; Felipe Mamão e Claudinei (Bibi). Antes de algum comentários sobre a escalação do Pará no lugar do Júlio Cesar, saiba que o lateral está sentindo um desconforto na panturrilha direita e segue como dúvida.

Se ainda sim você segue em dúvida, finalmente pense que o time do Grêmio precisa de sua torcida apoiando, mesmo contra adversário mais modestos. O que faz nosso time grande é nossa torcida!

 Tenho certeza que você irá refletir e irá nesse jogo. Ahn, você precisa do serviço do jogo? Segue abaixo então o serviço do jogo:

 

Grêmio x River Plate-SE

 

Grêmio: Victor; Gabriel, Werley, Gilberto Silva e Pará (Júlio César); Fernando, Souza e Marco Antônio; Bertoglio, Marcelo Moreno e Kleber.

Téc: Vanderlei Luxemburgo

 

River Plate-SE: Pablo, Fabiano, Fernando Belém, Thiago Papel e Glauber; Mizael, Charles, Wallace e Almir Sergipe; Felipe Mamão e Claudinei (Bibi).

Téc: Luiz Carlos Cruz

 

Estádio Olímpico
Quarta - 21/03 - às 19h30min - Olímpico

 

Valores:

Cadeira Central: R$ 60,00

Cadeira Lateral: R$50,00

Arquibancada: R$ 40,00

Abertura dos Portões:17h30min

 

- Vendas pela web apenas para sócios: 13/03

- Vendas pela web para portadores do cartão de Torcedor, consulados e estudantes a partir do dia: 16/03

- Vendas para demais torcedores nas bilheterias a partir do dia:19/03

Bilheteria exclusiva destinada ao sócio torcedor para venda de ingressos a partir de 13/03 na Central de Relacionamento funcionando das 9h às 19h sem fechar ao meio dia.

Sócio Torcedor Diamante tem 50% de desconto e na compra antecipada pela web até um dia antes do jogo ganhará mais um desconto especial.

Sócio Torcedor Ouro tem prioridade de compra pela web até um dia antes do jogo e ganhará mais um desconto especial.

Idoso - 50% de desconto no ingresso mediante apresentação da carteira de identidade (RG) na compra e acesso ao Estádio. Desconto válido para Cadeira Central , Lateral e Arquibancada. Necessário credenciamento antecipado. Venda somente na bilheteria da Carlos Barbosa.

Estudante - 50% de desconto somente na Arquibancada na apresentação de carteira de identidade (RG) e carteira estudantil na compra e acesso ao Estádio. Necessário credenciamento antecipado e aquisição do cartão do Torcedor. Venda somente na bilheteria da Carlos Barbosa.

ATENÇÃO TORCEDOR:
Torcida visitante ARQUIBANCADA, entrada pelos portões 20
Ao adquirir o cartão do Torcedor pelo custo de R$ 5,00, poderá ser recarregado nos jogos, pagando somente o valor do ingresso.
 

 

 

 

 

 

 

Tags: ,

[CB'12] Seus problemas acabaram-se!

Em (Pós-Jogo) por Valdo em 08/03/2012

 

 

Já passou uma década desde o último título nacional e talvez mais do que isso de quando vimos pela última vez um time que resgatasse realmente as qualidades que tanto a torcida gosta no time do Grêmio. Quem não lembra dos anos 90, onde aquele time lutava até os 48 do segundo tempo mesmo jogando mal (sim aquele time não era perfeito e muitas vezes jogava abaixo da crítica).

No melhor estilo "Seu Creysson" lhes digo que seus problemas acabaram-se! Pelo menos parcialmente. Se o time de ontem não jogou o fino da bola, e por muitas vezes deu sono e raiva, esse mesmo time não deixou de ir atrás da vitória, de lutar até fazer os gols que garantissem o empate e posteriormente a vitória - personifico essa entrega e luta na imagem do Kleber Gladiador, que foi um guerreiro em campo.

 

Mas, e sempre existe um maldito mas, o time não foi só luta e não é formado só de Gladiadores - existem tantos outros jogadores sonolentos, displicentes e descompromissados que não mereceriam vaga nem mesmo no outrora chamado de banguzinho. Cito diretamente um certo lateral e um certo zagueiro, que não erraram propositalmente, mas que de suas cagadas partiram os dois gols adversários. Ainda falando do "mas", foi preciso levar um choque, ou melhor, dois gols para que o time acordasse e fizesse o que esperávamos desde o início da partida. Não é necessário falar das carências desse grupo nem da falta que o Mario Doril faz a esse time. Nos resta esperar que nosso diretor executivo de futebol consiga suprir essas carências e que o professor Luxemburgo consiga imprimir uma postura tática confiável a esse grupo (em breve chamaremos de time).

 

Como o resultado foi positivo, apesar do jogo sofrível, vamos continuar falar de outro destaque positivo da partida: O gringo Bertogio. O guri joga muita bola, é participativo e além de tudo encarna o espírito guerreiro que tanto gostamos - que o time todo siga esse exemplo, que o venha um zagueiro pra colocar ordem na casa, e então poderemos dizer definitivamente que nossos problemas acabaram-se!

 

Abraços tricolores.

 

 

 

 

 

Tags: ,